Brasil e Estados Unidos assinam nesta quarta-feira (1º) um acordo que deverá encerrar uma disputa de mais de uma década entre os dois países sobre subsídios dados aos produtores americanos de algodão.

Os ministros da Agricultura, Neri Geller, e das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo deverão assinar o acordo com o representante de Comércio dos EUA, Michael Froman, na manhã de quarta-feira.

Segundo fontes próximas às negociações, o acordo está na fase final, faltando apenas alguns ajustes.

Pelo acordo, os EUA pagarão cerca de US$ 300 milhões ao Brasil para que o país não recorra a um novo painel na Organização Mundial do Comércio (OMC) até 2018.

O dinheiro seria uma compensação aos produtores brasileiros afetados pela nova lei agrícola americana, a Farm Bill, promulgada no início do ano.

Disputa

O contencioso do algodão foi aberto na OMC em 2002. O Brasil acusava os EUA de adotarem práticas que favoreciam seus produtores de algodão.

Em 2009, a OMC determinou que os subsídios eram ilegais e autorizou o Brasil a retaliar os EUA em US$ 829 milhões.

Para evitar a retaliação, os EUA se comprometeram a pagar US$ 147,4 milhões por ano aos produtores brasileiros, como compensação pelos subsídios pagos aos cotonicultores americanos.

Em 2010, foi fundado o Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), para gerir esses recursos e promover o fortalecimento da produção no Brasil.

Em outubro do ano passado, porém, os EUA interromperam o pagamento.

Desde então, os dois países vinham buscando uma solução que evitasse uma retaliação brasileira.

Leia tamb sobre I A para Forros

A fim de se aumentar o índice de isolamento/condicionamento acústico de portas e divisórias, deve-se trabalhar com dois conceitos diferentes.

Nossas linhas de produtos são compostos de células fechadas que funcionam como barreiras acústicas, ideais para isolar ruídos agudos e o outro é nossa linha de fono-absorção (materiais de células mais abertas e de maior resiliência) ideal para isolar ruídos graves.

Tratamento Acústico em Portas e Divisórias

Produtos indicados para Isolamentos Acústicos:

Lamix
Acustimix
Kempercoustic (Fono-absorção)
Kempercoustic Eco (Fono-absorção)
Kempercoustic Plus

Veja mais:

Tratamento em Pisos
Tratamento Acústico em Laminados de Madeira
Tratamento Acústico em Tubulações
Tratamento Acústico em Portas e Divisórias
Tratamento Acústico em Paredes, Forros e Tetos

O conceito é praticamente o mesmo utilizado no isolamento de pisos em geral.

O nosso produto deve ser colocado embaixo do laminado/assoalho de madeira, não se esquecendo de fazer um rodapé com o próprio produto em todo o perímetro, a fim de se evitar a transmissibilidade da ponte acústica.

Tratamento Acústico em Laminados de Madeira

Produtos indicados para Isolamentos Acústicos:

Lamix
Acustimix
Kempercoustic Eco

Veja mais:

Tratamento em Pisos
Tratamento Acústico em Laminados de Madeira
Tratamento Acústico em Tubulações
Tratamento Acústico em Portas e Divisórias
Tratamento Acústico em Paredes, Forros e Tetos

Neste caso, se faz necessário isolar tanto os ruídos aéreos quanto os ruídos de impacto.

Para se isolar laje/contrapiso e pisos frios em geral, deve-se criar um piso flutuante, ou seja, colocar nosso produto sobre a laje, fazendo um rodapé com o material no perímetro de cada ambiente a ser isolado, a fim de se evitar a ponte acústica (ruídos que vem pelo piso e descem pela parede).

Como resolver Tratamento Acústico para Pisos?

Produtos indicados para Isolamentos Acústicos:

Lamix
Acustimix
Kempercoustic Eco

Veja mais:

Tratamento em Pisos
Tratamento Acústico em Laminados de Madeira
Tratamento Acústico em Tubulações
Tratamento Acústico em Portas e Divisórias
Tratamento Acústico em Paredes, Forros e Tetos

O movimento que ocorre no interior de tubulações pela passagem de água, ar, entre outros, causa ruídos gerados por vibrações estruturais. Neste caso deve-se envolver toda a tubulação com um de nossos produtos, citados abaixo, deixando-os bem apertados e presos afim de isolar tais ruídos.

Como resolver Tratamento Acústico em Tubulações?

Produtos indicados para Isolamentos Acústicos:

Lamix
Acustimix
Kempercoustic
Kempercoustic Eco
Kempercoustic Plus

Veja mais:

Tratamento em Pisos
Tratamento Acústico em Laminados de Madeira
Tratamento Acústico em Tubulações
Tratamento Acústico em Portas e Divisórias
Tratamento Acústico em Paredes, Forros e Tetos

 

O isolamento acústico consiste em se criar barreiras que bloqueiem o som, impedindo-o de entrar ou sair de um ambiente. Deve-se isolar aqui dois tipos de ruídos:

Aéreo

Aquele que atravessa paredes, lajes, pisos e janelas e se propagam pelo ar.

Estrutural

Aquele que surge através dos ruídos de impacto.

Produtos indicados para Tratamento Acústico em Paredes, Forros e Tetos:

Lamix
Acustimix
Kempercoustic
Kempercoustic Eco
Kempercoustic Plus
Terotex Kemper

Veja mais:

Tratamento em Pisos
Tratamento Acústico em Laminados de Madeira
Tratamento Acústico em Tubulações
Tratamento Acústico em Portas e Divisórias
Tratamento Acústico em Paredes, Forros e Tetos

isolamento sonoro (ou isolamento acústico) é a não passagem de som de um para outro ambiente, através do uso de diversos materiais: densos, pesados, entre outros, que consigam amortecer e dissipar a energia sonora (chapas metálicas, vidromadeira maciça, parede de tijolo maciço, mantas de borracha, etc.). Não deve-se confundir isolamento sonoro com tratamento sonoro.

Outro fator que influencia no isolamento é o fato de não se usar apenas uma barreira, mas criar uma sequência de obstáculos para o som ter mais dificuldade de se propagar. Por isso, o uso de paredes duplas, janelas com vidros duplos ou a combinação de materiais de diferentes densidades (porta de madeira com chapa de aço) são muito importantes para se ter um bom isolamento acústico.

Neste caso, é ainda importante fazer os diferentes elementos usados não se tocarem diretamente, usando sempre espumas, borrachas e o que for conveniente para se anular a vibração.

Pelo modo que o som se propaga, cuidado para não deixar nenhum tipo de fresta entre os fechamentos, pois isso pode prejudicar todo o conjunto. Portas e caixilhos devem ter atenção especial, use também espumas e borrachas para se garantir a estanqueidade do ambiente.

Acesse o Facebook Ligue para nós